Os 5 erros que os clientes cometem antes de procurar um arquiteto

Muitas pessoas desejam um lar aconchegante, moderno, clássico ou que deixe entrar bastante luz solar. E, por mais que alguém queira dizer que não, a ajuda de um arquiteto é essencial nesse sentido.

No entanto, antes que o cliente perceba que precisa contratar esse profissional alguns erros normalmente são cometidos. E, na maioria das vezes, resultam em frustração e prejuízos financeiros.

Se você não quer comprometer a sua reforma ou construção, acompanhe este artigo. Nos tópicos abaixo vamos listar os 5 erros mais comuns que os cliente cometem antes de contratar o arquiteto.

- Quando devemos contratar um arquiteto?
- As competências do profissional de arquitetura
- Os 5 erros antes da contratação de um arquiteto

Quando devemos contratar um arquiteto?

Ao comprar uma casa ou apartamento novo, decerto nós queremos deixar o imóvel com a nossa personalidade. Contudo, alguns pensam apenas em decorar, outros já veem a necessidade de uma reforma.

Para quem deseja fazer determinadas alterações no seu imóvel ou algum cômodo da casa, a contratação de um arquiteto pode parecer desnecessária, contudo, isso certamente é um erro.

Uma reforma ou projeto de decoração envolvem inúmeros detalhes que a maioria de nós não possui conhecimento suficiente para entender. E quem se aventura a fazer tudo sozinho, acaba tendo prejuízos.

As competências do profissional de arquitetura

O arquiteto deixa de ser contratado, muitas vezes, porque o cliente acha que o gasto será maior e que ele não poderá arcar com as despesas. Mas fazer uma obra sem ter conhecimento técnico pode sair mais caro.

É o profissional de arquitetura que sabe calcular as medidas do espaço sem cair em erros. O material de construção também é solicitado na quantidade adequada.

Além disso, o arquiteto não se limita apenas à parte estrutural da obra. Ele também tem capacitação e o conhecimento necessários para selecionar a mão de obra ideal para cada tipo de serviço necessário na sua obra.

Os 5 erros antes da contratação de um arquiteto

Muitas pessoas acham que tem condições de fazerem determinadas tarefas por conta própria e, ao procurar um profissional especializado vai gastar tempo e muito dinheiro. Veremos abaixo os erros mais comuns:

1. Comprar móveis sem orientação sem noção de topografia, pontos cardeais, elementos da natureza que age diretamente na saúde da família do cliente e no próprio bolso dele. Incluindo por exemplo; os móveis planejados.

O arquiteto é o profissional mais indicado para o planejamento desse tipo de móvel. Pois, tem mais propriedade para projetá-los nas medidas exatas e aproveitar todo o espaço de forma eficiente e funcional.

2. Não ser claro quanto ao orçamento

Diga ao seu arquiteto o quanto você pode gastar e ele terá um parâmetro a seguir. Não pense que esconder o valor do seu orçamento vai deixar a sua obra mais barata.

3. Arquiteto, designer e engenheiro não são a mesma coisa

O engenheiro faz o projeto focado nas dimensões do imóvel e na qualidade do material. O designer lida com a decoração de ambientes e o melhor aproveitamento dos espaços.

Já o arquiteto, pode assessorar desde a escolha do terreno, projeto arquitetônico, acompanhamento da obra, paisagismo, decoração e até fazer o projeto dos móveis planejados.

4. Fotos de revistas não substituem o arquiteto

Usar projetos de revista ou aquela foto do Pinterest pode não dar certo. Nem sempre essas ideias são adequadas para o espaço disponível. Mas o arquiteto pode fazer o projeto exatamente dentro das suas necessidades.

5. Contratar profissionais inexperientes

Muitas pessoas acham que vale a pena contratar profissionais sem experiência, por estarem começando suas carreiras ou cobrarem mais barato. Mas, essa falta de bagagem pode trazer custos inesperados para a sua obra. 

Por fim, entenda que o arquiteto é o profissional mais indicado para entregar o seu sonho do jeitinho que você imaginou e, muitas vezes, até superar a sua expectativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *